Depois de dois anos de interregno a modalidade de Supercross regressou à competição e a noite de abertura decorreu no passado sábado em Fernão Joanes. O Crossódromo Internacional das Lages, além do conhecido traçado de motocross, conta agora com um novíssimo circuito de supercross palco de uma estreia que ficou marcada por um grande espetáculo de luz e cor, onde se juntaram as animadas lutas nas categorias em competição.

A fazer a sua estreia em SX65 estava Guilherme Gomes - Bomcar | KTM, que até então só havia competido em supercross com modelos 50cc. Apesar do pouco treino de habituação a este recém-criado traçado, o jovem piloto sourense demonstrou um bom momento de forma.

Nas duas sessões de treinos - livres e cronometrados, Gui Gomes era apenas 4º classificado. Já nas duas finais da noite, o piloto KTM obteve dois arranques fantásticos, no entanto não conseguiu segurar os seus mais diretos adversários. Na segunda manga houveram várias trocas de posições e as dobragens aos pilotos mais atrasados, acabaram por ser preponderantes para o resultado final.

Gui Gomes 02

Com dois 3º lugares, Guilherme Gomes garante em Fernão Joanes o lugar mais baixo do pódio e no final comentou: "A prova não acabou por correr como esperava. Consegui sair bem em ambas as mangas e apesar de todo o esforço, não consegui segurar os meus mais diretos adversários. O ambiente esteve espetacular e gostei desta nova pista, apesar de ter tido pouco tempo de habituação".

A competição terá agora uma pausa de 15 dias, regressando a 6 de Agosto com o tradicional Supercross da Poutena. Esta será a segunda jornada pontuável - total de quatro, para o Campeonato Nacional de SX65 2022.

LusoMotores
Pin It